OrientaSOM – novembro

Este é um espaço permanentemente atualizado. A tua agenda a curto e a longo prazo. Porque gostamos de cuidar de ti!

Continue reading “OrientaSOM – novembro”

Revenge of the 90´s: Nostalgia da boa

Apertem bem os cintos, pois a viagem aos anos 90 vai começar! Por isso preparem os tamagoshis, os pega-monstros, os tazzos , e na Bravo, de preferência ao som da rádio cidade que se incorpora por breves momentos na Scratch Magazine.  O mote são os eventos Revenge of the 90´s, que ultrapassam barreiras geográficas e contam com cada vez mais fãs!

Texto Irene Mónica Leite

Aqui não se faz de todo um evento monocórdico. Proporciona-se uma experiência. “O slogan da nossa empresa de eventos é ‘não fazemos eventos, criamos experiências’. É tudo sempre focalizado na experiência que as pessoas apresentam, sendo sempre algo bastante interactivo”, começou por nos explicar, Paulo Silva, CEO na equipa Revenge of the 90s.

“Não é só um dj a tocar na pista. No fundo é algo sempre teatral e muito interativo. A ideia é fazer sentir alguma coisa”, acrescentou.

A diferença começa no bilhete. Já foi inclusive uma disquete… “Começa por aí, sim”, confessa Paulo Silva.

Com efeito, há todo um cenário ou melhor um ‘playground para adultos’ devidamente montado ao som da banda Santa Manel, que faz uma viagem por aquelas músicas (medleys de 15 minutos), com bailarinos, com vídeos, com brindes, pega monstros, coisas que muitos de nós já não ouvia falar há muito muito tempo!

“Nós tentamos não só ir à pop, como também passar por outros nichos. É claramente um evento muito focado na pop, mas também passamos pelo nicho. Gostamos que esta experiência passe por todos os estilos de música e por todos os programas de tv”, reitera Paulo Silva.

A ideia é carnavalizar o passado, em espírito tribal.

A revenge dos anos 00 também já foi pensada e colocada edm prática. “Já testamos este ano uma revenge dos anos 00 no Sudoeste. Achamos que ainda é cedo. Funcionou muito bem porque é aquele o target, mas é necessário esperar mais um bocadinho para terem mais saudade. Para eles ainda é muito recente. Ainda faltam uns dois, três anos para terem mais uns anos de universidade, para terem saudade da época em que eram miúdos”.

Há regras de indumentária? , perguntamos a certo ponto da conversa. “Nós não gostamos de regras. Mas notamos preocupações nesse sentido, em estar de acordo com a época celebrada. Aqui ninguém se julga e estamos todos pelo mesmo”, assegura Paulo Silva.

Os eventos “Revenge of the 90´s” começaram com cerca de 500 pessoas e chegaram às 12 mil , um sucesso que definitivamente não esperavam. ”Foi uma correria e crescendo constantes”, disse-nos Paulo Silva.

O fenómeno é grande e quem vai não esquece.

O local é sempre diferente e secreto. Há sempre uma temática distinta em cada festa, com momentos karaoke, por exemplo, e uma interação constante com o público, essencial na construção do ambiente desta “revenge”. Continuem a acompanhar esta digressão AQUI e o podcast da entrevista AQUI.

Yara Gutkin : “A mãe natureza sempre fez parte de mim”

YARA1

MAMA nasce das raízes e vivências passadas de Yara Gutkin em Portugal, Espanha, Argentina, Cuba e Brasil, que se sentem de uma forma muito íntima e familiar. A SCRATCH MAGAZINE falou com a artista e ficou a saber aspectos que motivaram este registo tão pessoal e emocional. Veja o resultado.

Continue reading “Yara Gutkin : “A mãe natureza sempre fez parte de mim””