Throwing Punches: Uma agência que promete boa música

“Tem como objectivo aproximar o que mais importa, a música e as pessoas e para isso procura associar-se a bandas e artistas genuínos, com pêlo na venta e que gostem de arriscar”. As palavras são da equipa da Throwing Punches, uma agência que veio para ficar. A Scratch falou com Rita Sedas e Diogo Barbosa , a dupla maravilha. Veja o resultado.

Texto/Irene Mónica Leite

Esta agência “pretende ser a força impulsionadora do trabalho criativo dos artistas, aquela que faz a ponte entre o sonho e o mundo lá fora”.

Os serviços de management, PR e booking estarão a cargo de Rita Sedas e Diogo Barbosa,os cabecilhas que conduzem as hostes deste projecto que se divide entre Norte e Sul.

 O Diogo, Licenciado em Ciências da Comunicação será o cientista que conduz as odes, enquanto que a Rita será o músculo  criativo. Juntos, serão uma equipa cocktail molotov, quebrando as barreiras do politicamente correcto.

“A ideia de trabalhar com o Diogo já tinha sido ponderada mais ou menos a meio deste ano. Entretanto depois de sair da Às de Espadas continuei a ter várias pessoas a abordar-me para trabalharem comigo e foi aí que pensei mais seriamente em criar uma agência mas não queria fazê-lo sozinha por isso resgatei o Diogo e cá estamos”, resume à Scratch Magzazine, Rita Sedas.

Rita revela ainda que a Throwing Punches é um bocadinho de mim, é o meu espírito animal. Olho para ela e defino-a como irreverente, enérgica, ousada, sem papas na língua. É uma agência de música para bandas e artistas com pêlo na venta! 

Para já a abrangência da Throwing Punches é a nível nacional. “Mas quem sabe um dia não teremos oportunidades de expandir os nossos horizontes nesse sentido. Não te vou dizer que é um objectivo, porque nunca pensei nisso sequer, acho que nesta fase a prioridade é criar bases estáveis e afirmarmo-nos no panorama nacional”, conta-nos Diogo Barbosa.

A palavra “eclético” define na perfeição esta agência. “Eu oiço muita música, oiço um pouco de tudo e sendo assim, quero que isso se reflicta na agência e que essa tendência se mantenha sempre”, adianta Diogo.

Os planos futuros vão nascendo naturalmente, apesar de tudo ainda ser muito recente. “Sabes que as coisas aconteceram muito rápido, aliás, houve vários fatores que nos obrigaram a fazer isto quase do dia para a noite. Quero com isto dizer que é complicado pensar no futuro quando ainda há tanto para fazer no presente. No entanto acho que num futuro próximo, os nossos planos passam muito por trabalhar com novos artistas, e obviamente, manter aqueles que temos durante muito tempo porque só trabalhamos com malta fixe! Mas não sei… Ter um crescimento natural, vamos lá ver onde isto nos leva”.

Anarchicks e David From Scotland são os nomes confirmados até à data no portfolio da agência.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s