Jollification, um álbum a reter

jollification

Imaginaria eu que aos 5 anos de idade uma verdadeira obra pop estava a ser lançada. Refiro-me ao álbum Jollification dos The Lightning Seeds.

Texto Irene Mónica Leite

Ao ouvir o álbum conseguimos ficar embalados pela voz de Ian Broudie, membro do curto projeto excêntrico Original Mirrors, que tambémm já recordamos no velhinho “Som à Letra”.

“Perfect” apresenta uma melodia brilhante, correspondendo a uma bela forma de abrir o registo

Já “Lucky you” é simplesmente fabulosa, sendo hoje uma das pérolas pop mais reconhecidas do grupo. Com tom envolvente e caráter sedutor, o tema conquista.

Em registo descomprometido segue “open goals”, e em tom brincalhão seguimos para “change”. Boas vibrações.

É impressionante como 20 anos depois o disco continua a ser fresco. O tema “why why why” bem poderia animar qualquer set, de tão dançante que é. “Marvellous” segue as mesmas pisadas que a faixa anterior.

“Feeling lazy” recupera o registo descomprometido e brincalhão de “open goals” e “change”.

“Best Day” é provavelmente o tema mais instrospetivo do álbum ao lado de “perfect”. “Punch & Judy” e “Tales” seguem o mesmo caminho.

9/10

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s