Diamond Dogs é um álbum emocional, mas ao mesmo tempo urgente e reivindicativo como manda o rock and roll. E tudo começou há  cerca de quarenta anos.

Texto Irene Mónica Leite

“Sweet Thing” é provavelmente a canção mais emocional do registo. Dividida, ou melhor, gloriosamente prolongada em três partes  consegue captar e fascinar continuamente o ouvinte.

“Rebel Rebel” é o hino da libertação sexual (and your face is a mess) continuando o legado de Ziggy Stardust e Aladdin Sane.

“Rock and roll with me” é uma das melhores baladas do álbum , cantada com intensidade e vigor , assim como Big Brother (brilhante interpretação da obra de Orwell) com direito a prolongamento em “chant of the Ever Circling Skeletal Family”.

“1984” é uma das melhores faixas do registo, com o seu caráter direto e aventureiro.

“We are the dead” recupera a veia emocional do álbum. Bowie sempre certeiro.

Em suma, um álbum que incita a audições contínuas. A nossa sorte é que o camaleão do rock foi sempre imparável, deixando sempre pérolas para os fãs. Diamond Dogs é apenas um exemplo do poderoso legado de David Robert  Jones.

9/10

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s