Mania da Nostalgia: o baú da semana [Arquivo]

billyNesta semana refletimos sobre algumas das mais recentes aquisições para o dj set da Ziggy Brown , dia 13 de fevereiro no Mercedes Bar. A não perder.

Texto Irene Mónica Leite

Os Orchestral Manouveurs in the Dark (OMD) marcaram o inicio da minha vida adulta há uns bons 10 anos atrás. Lembro-me de vibrar imenso com “enolagay” , “electricity”, ou o incrivel “so in love” . É impossivel não se emocionar com “Forever live and die” , entre tantos outros deliciosos temas que colocam o nosso coração a saltar. “Dreaming”, fantástico. “Souvenir”, sublime.

Já os James marcaram a minha pré-adolescência. “Sit Down” é um hino. “Sometimes” segue-lhe as pegadas. E se fosse só por aqui, meus amigos! “Born of frustration”, “she´s a star”, “come home” ou “laid” integram um cardápio irresistivel. A não perder, definitivamente!

Os Cure, são , por sua vez, inesquecíveis. Uau. Déja Vu. Os temas não enganam . Desde “Boys don´t cry”, “A Forest”, “Let´s go to bed”, “Lullaby”, a “Lovesong”. “Friday I´m in love” ou “Just like heaven” são obrigatórios em qualquer discoteca.

Billy Idol é um senhor. Respect! Desde “eyes without a face”, a “rebel yell”, passando por “mony mony”, ou “sweet sixteen”. Um desfile de pérolas que tornaram irresistíveis os anos 80.

Em suma, propostas irrecusáveis para um dj set muy mexido.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s