3 linhas sobre…Frankie Goes to Hollywood

frankie

Eros. Sim. Em Frankie Goes to Hollywood dificilmente encontramos o ethos. Deixando termos técnicos para trás, vamos ao que interessa: esta banda não é para meninos. É caso para dizer, “ladies and gentleman, welcome to the pleasuredome”. Déja vu.

Texto Irene Mónica Leite

“Keep moving on….Got to reach the top”, é assim um dos versos do orgásmico tema , “Welcome to the pleasuredome” , que queima, por ser tão frenético e selvagem.
“The Power of Love”, a par de “Relax” (just do it…) é um dos temas mais emblemáticos da banda. Doce, romântico , ou seja, uma grande canção de amor. “Make love your goal” é o mote.

Mas parece que o nosso amigo Frankie gostava de viagens frenéticas. “The world is my oyster” já proclamavam.

E “Rage Hard” não foge a esse ritmo, nem “Two Tribes”. A lista de restantes temas do grupo vai pelo mesmo caminho.

Frankie Goes to Hollywood é decididamente um nome ou uma cor a ter em conta no cubo mágico dos anos 80. Pela urgência, genialidade, ousadia e força. Se Frankie foi mesmo para Hollywood,  não sabemos. O que é certo é que pelo repertório deixado o nosso amigo Frankie adorou a viagem, foi um aventureiro nato,  enfrentando amigos e …inimigos. Quem não os tem/teve?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s