Vigo

1

Vigo, conhecida como a cidade do rock (sobretudo nos anos 80) é bastante calorosa e pitoresca. Gentes bem-dispostas e abertas, banhadas por decorações natalícias preparadas com gosto e pormenor. Vale a pena dar por lá um saltinho!

Texto e fotos Irene Mónica Leite & Vitor Costa 

Chegamos às 21h20 (hora portuguesa). Desde logo perguntamos onde podíamos “picar” algo, ao que uma transeunte nos indicou o caminho de forma bem simpática.

Chegamos ao estabelecimento por volta das 23h00 (hora espanhola), com vontade de “atacar” o primeiro prato do menu.

Só que aqui não há francesinhas, há tapas e muito (muito) jámon (presunto). Quando ouvimos o termo presunto, que nos soou bem familiar pedimos logo. Foi “jámon asado”. Estava saboroso, mas com demasiado molho. Foi, ainda assim, um agradável primeiro encontro gastronómico espanhol.

No dia seguinte (véspera de ano novo) saímos bem cedo e aproveitamos o centro histórico de vigo. Que delicia! Repleto de lojas e decorações a preceito, Houve tempo para namorar a ‘bertrand’ espanhola, conhecida como Casa de Libro e ver alguns clássicos.2

Voltando à gastronomia, passamos pela gulosa (os olhos também comem) “La Ruta Burger”. Pedimos de forma inocente dois hamburgers e chegaram-nos duas toneladas de carne tenrinha e saborosa. Chegamos ao fim da refeição exaustos, mas muito satisfeitos.

Outro ponto a destacar são as decorações trajadas a rigor por TODA a cidade (não há ruas filhas e enteadas).

Para além do comércio local, bem pitoresco, há também o emblemático “El Corte Inglés”, com a sua Starbucks, sempre iguais a si mesmos na qualidade.

O café é muito bom, mas nem sempre muito acessível ao nível dos preços praticados.

Aconselhamos e recomendamos o Hotel Oca Ipanema, com excelentes condições , um atendimento bem familiar , com direito a pequenos almoços bem gulosos.

A noite de Ano Novo foi muito bem passada na praça América , com direito a uvas bem suculentas oferecidas a todos.

Cantamos todos juntos as 12 badaladas, com direito a um belo fogo de artíficio, como manda o novo ciclo e ano que se inicia.

E ainda nos encontramos com portugueses pelo caminho! Havia muitos, por sinal.

 

Quem disse que Espanha era só tapas?3

Vigo também é cidade de bons churros e chocolate quente! Uma verdadeira delicia que deu para matar saudades da semana de cultura espanhola ainda nos tempos do secundário.

 

Pontos positivos: Pessoas, cidade, hotel, comércio local

Pontos negativos: Preços do café (para quem é viciado como nós…)

five-star1

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s