moby

O ano de 1992 marcou a estreia musical de Moby , com a edição do álbum homónimo. Mas foi a partir 1999, com o lançamento de “Play”, que o público português se rendeu à sua música. Em pouco mais de uma década já visitou várias vezes o nosso país e este ano regressa com mais um disco na bagagem, “Destroyed”.

Por Carmen Gonçalves

Nascido a 11 de Setembro de 1965 em Nova Iorque, Richard Melville, iniciou-se na música muito cedo, com uma banda de punk. Contudo o “bichinho” da música electrónica falou mais alto e foi este o ponto de viragem da sua carreira. Estreou-se a solo em alguns clubes e discotecas como DJ, tendo em 1991 editado o seu primeiro single “Go”, que viria a ser o tema de avanço do álbum homónimo. O sucesso foi estrondoso e imediato, e Moby ficaria para sempre associado à música electrónica como uma referência a seguir.

Desde então tem editado álbuns a uma velocidade vertiginosa, vendo o seu trabalho constantemente reconhecido pela crítica e pelos fãs. Em vinte anos de carreira já vendeu mais de 20.000.000 de exemplares dos seus discos e actuou em mais de 3.000 concertos a nível mundial.

Contudo a sua música não fica por aqui: também produziu e remixou diversos temas de artistas bem conhecidos, como David Bowie, Metallica, The Beastie Boys, entre outros. Estreou-se ainda na colaboração de bandas sonoras, sendo a mais emblemática a sua participação no filme James Bond “007 – O Amanhã Nunca Morre”, de 1997, tendo criado a sua própria versão do tema principal.

Em 1999 com a edição de “Play”,  Moby deu a conhecer uma faceta mais calma. A música inebriante que contagiava as pistas de dança até à data, deu lugar a temas com sonoridades mais melódicas, sempre associadas aos sintetizadores da pop mais electrónica, como é visível em temas como “Why Does My Heart Feel So Bad?” e “Porcelain”.

O último registo de originais “Wait For Me” foi lançado em 2009, do qual decorreu uma tour que passou pelo nosso país. O regresso está previsto para dia 15 de Julho como cabeça de cartaz do Festival Marés Vivas, para apresentação de “Destroyed” cuja edição será no próximo dia 16 de Maio.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s